Coluna Em Dia - Aprender a aprender

As organizações dependem de pessoas e processos. Elas colaboram com seu conhecimento e eles definem as etapas de agregação de valor na produção de bens e serviços. Esse conceito é fundamental para analisar e entender o bom funcionamento de qualquer estrutura organizacional: empresa, repartição pública, câmara de legisladores, Estado ou qualquer sistema de geração de valor.

É interessante observar que o mundo da internet vem desafiando a todos, provocando transformações cada vez mais intensas. A análise do que realmente ocorre não é fácil, dificultando posicionamentos, pois tudo muda rápido.

Tome-se como exemplo o caso dos táxis nas cidades. Num processo antigo eles ficavam, ou ainda ficam, em seu ponto, num lugar fixo de bairro, recebendo chamadas telefônicas ou esperando passageiros em fila. De repente, altera-se radicalmente o processo. Agora, uma chamada por aplicativo de smartphone passa a comandar a corrida, com uso de um Sistema Global de Posicionamento (GPS) que localiza automóveis próximos e estabelece contato imediato entre o usuário e o fornecedor do serviço. Várias mudanças a mais se estabelecem: cobrança por cartão de crédito, tipo de recibo que vai por e-mail e avaliação constante de tudo. Fica registrada ainda a corrida na base de dados do aplicativo para análise futura e aperfeiçoamento do processo.

Assim, algo novo se estabelece e, como a vantagem competitiva é enorme, a inovação toma conta e passa a corroer o que havia antes. Porém, muitos demoram para perceber a mudança. E aí começam os problemas.

Não perceber o que está ocorrendo ou evitar tomar conhecimento das novas tecnologias ou até reagir a elas pode estar condenando nossos cidadãos a uma estagnação que pode implicar uma enorme desvantagem em termos de adaptação, trazendo uma diminuição de capacidade do indivíduo na sociedade atual. É como se fossemos repentinamente descapacitados. Para evitar isto, precisamos estar sempre abertos ao aprendizado. Aprender a aprender é mais importante do que colecionar a tradição ou conhecimento dominado. A consciência disto vai nos dar a competitividade necessária neste novo ambiente inovador.

Felizzola escreve a coluna EM DIA, em Zero Hora, às terças-feiras, a cada 15 dias.